terça-feira, 30 de novembro de 2010

Documento-Chave-Celular / Fechado-Apagado


Hoje escrevo sobre algo bem simples, mas que me ajuda bastante no dia-a-dia para não esquecer as coisas: é fazer uma rápida verificação se não esqueço nada quando saio de casa.





Praticamente, verifico duas coisas, em "conjuntos", repetidos em voz alta:


1) O conjunto "documento-chave-celular":
Eu verifico se estou saindo com a minha carteira, a chave de casa e também meu celular. Para isso, repito em voz alta as palavras: "
documento-chave-celular", "documento-chave-celular" e vejo se esses três itens estão no meu bolso ou na mochila ou em mãos. Se um dos três itens não estiver comigo no momento que eu estou "invocando" o nome dele, vou perceber no ato que estou o esquecendo.


 1b) Existe uma variante dessa sequência, que é o "documento-documento-chave-chave-celular", que é quando eu saio de casa de carro: daí preciso adicionar no "texto" de verificação uma segunda chave (a do veículo, que é separada da chave de casa) e um segundo documento (só saio de casa com eles quando saio de carro, caso contrário, ficam guardados bem quietinhos em casa).


 





2) O conjunto "fechado-apagado":
Verifico em cada um dos cômodos da casa (quarto, sala, cozinha etc.) se as janelas estão fechadas e se a luzes estão apagadas. No momento que estou saindo de casa,
eu entro antes em cômodo após cômodo repetindo em voz alta "fechado-apagado", "fechado-apagado" e verificando se realmente tudo está ok. Se uma janela estiver aberta ou alguma luz acesa, com essa verificação é fácil perceber.






Quando repito em voz alta essas sequências, acaba sendo quase um mantra, mas não chega a ser um T.O.C., graças a Deus! ;-)

Mas fica tão automático que não tem como esquecer, pelo menos esses itens básicos, que são objetos que fazem parte da rotina do dia-a-dia. 






PS: Uma boa dica também é sempre deixar esses itens no mesmo lugar em casa (mesa, banco, criado-mudo, em cima da TV etc.). Tanto que para coisas super básicas como meus óculos, eu não uso nenhum artifício especial. Como deixo  sempre no mesmo lugar na hora de dormir, e como eu tenho uma necessidade orgânica de usá-los, não há como esquecê-los.


E, para facilitar, coisas pequenas como aliança e correntinha de pescoço eu sempre deixo junto com óculos, assim, quando "visto" meus óculos logo que acordo acabo 'vestindo" também os outros apetrechos.


Espero que eu tenha ajudado com essas pequenas dicas.

Até a próxima!


Leandro M:-D>
"A amizade é como dinheiro: mais facil de conseguir do que de manter."

9 comentários:

  1. Kkkkkkkkkkk Lê, se isso não é TOC, não sei mais o que é!!! kkkkk beijoka

    She-ha

    ResponderExcluir
  2. Ah, se fosse TOC, eu faria a sequência mais de 5 vezes, inclusive depois que eu tivesse fechado a porta da sala e saído de casa. Como não faço isso, é apenas um checklist saudável! ;-)

    ResponderExcluir
  3. Me disseram: "Bacana! Mas seu Motorola não está combinando nem um pouco com a sua Ferrari."

    hahahah!
    Isso para ninguém desconfiar que eu tenho uma Ferrari (ou que eu tenho um Startak antigo, rsrs)! hahahah

    ResponderExcluir
  4. um mantra, sem dúvida, e quando vc não recita a sequência mágica, sou eu quem esquece algo em casa...rsrsrs

    ResponderExcluir
  5. E hoje mesmo eu esqueci de fazer o procedimento "documento-chave-celular" e acabei esquecendo o celular em casa! Tive que voltar para casa para buscá-lo (sorte que ainda estava na rua de casa)...

    ResponderExcluir
  6. Ah Leandro meu filho!
    Vou contar pro seu pai que vc anda esquecendo de tomar seus remédios pra não esquecer as coisas.
    huahuahua

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahah! Quem anda esquecido é ele! rsrs! É a idade...

      Excluir